19/01/2014

Yuki e a redenção de LBJ

Postado por: Mariana Castro | Categoria: itpets

A história do Presidente Americano Lyndon B. Johnson com seus pets teve passagens extremamente felizes, para além do deslize midiático com seu Beagle Him.

 

A vira-latinha Yuki foi encontrada pela filha de Johnson, Luci Johnson Nugent, em um posto de gasolina no estado do Texas, durante o feriado de Ação de Graças de 1966. Luci batizou a cachorrinha com a palavra que significa neve em japonês, por conta de seu pelo branco e macio. A princípio, Yuki foi morar com Luci, mas em uma de suas visitas à Casa Branca, a simpática cadelinha conquistou o coração do Presidente, tornando-se sua companheira inseparável. Foi em 27 de agosto de 1967, aniversário de Johnson, que Luci decidiu que Yuki deveria permanecer com seu pai.

 

A cadelinha participava ativamente da rotina presidencial, sendo retratada em diversas ocasiões – como a visita do Embaixador Americano para a Grã-Bretanha, David Bruce, quando ela e LBJ “cantaram” juntos, em fevereiro de 1968.

 

Ao final de seu mandato, em 1969, LBJ e Yuki foram transportados pelo Air Force One, o avião presidencial, para o rancho da família. Por ocasião da morte de Johnson, em janeiro de 1973, Yuki voltou a morar com Luci e sua família. E viveu feliz até 1979.

 

Yuki e LBJ no rancho da família, 29 de dezembro de 1967

Yuki e LBJ no rancho da família, 29 de dezembro de 1967

 

 

LBJ e Yuki na piscina com Patrick, neto do Presidente, em 27 de agosto de 1968

LBJ e Yuki na piscina com Patrick, neto do Presidente, em 27 de agosto de 1968

 

Tags:, ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *