10/09/2017

Furacão Irma: prisão vira abrigo para animais em perigo

Postado por: Mariana Castro | Categoria: itnews

Em preparação para a passagem do furacão Irma, histórias maravilhosas surgem, e não podemos deixar de contar. No condado de Monroe, em Key West, uma prisão foi transformada em abrigo para animais.

 

Ao lado da prisão Stock Island Detention Center, funciona a Monroe County Sheriff’s Office Animal Farm, uma “fazenda” que abriga mais de 250 animais abandonados, abusados, confiscados ou doados. Além de animais domésticos, como cavalos, porcos, ovelhas e cabras, há ainda lemures, preguiças, jacarés, pássaros tropicais, tartarugas, répteis, e muito mais. O abrigo é mantido pelo escritório do xerife local, no caso uma xerife, Jeanne Selander.

 

Xerife Jeanne Selander é responsável pela prisão e pela realocação dos animais

A xerife do condado de Monroe, Jeanne Selander

 

Com a aproximação do furacão, foi desenhado um plano apelidado de “A Arca”, para resguardar a segurança dos animais. Construída em concreto, com instalações de segurança máxima, a prisão poderia perfeitamente proteger os detentos e funcionários. No entanto, realocar os animais seria impossível. Assim, os presos foram enviados para outro complexo, para que os animais pudessem ser evacuados para dentro do centro de detenção.

 

Prisão serve de abrigo para animais durante o furacão Irma

No dia 7 de setembro a operação Arca estava sendo preparada

 

Todos os suprimentos necessários foram estocados nas dependências do prédio, incluindo ração, feno, água e medicamentos, e os animais foram movidos para dentro das celas. Alguns, como os cavalos, subiram de elevador das docas para as celas, onde estão seguros e bem cuidados pela xerife, que está dentro do complexo com eles.

 

Suprimentos para os animais na prisão de Monroe

Todos os suprimentos foram estocados no centro de detenção, para receber os animais

 

Pôneis abrigados nas celas da prisão de Monroe

Os pôneis subiram de elevador e agora estão seguros dentro de celas no complexo

 

Jeanne Selander diz em seu perfil no Facebook:

 

“Não consigo dormir, mas preciso. Todos os animais estão bem e ainda estamos aqui! Dizem que o pior virá por volta das 7 da manhã. Ficamos sem energia por volta das 9 da noite de ontem, mas os geradores da prisão funcionaram. Os animais e eu estamos no coração do prédio, onde não há recepção de celular, então de vez em quando tenho que sair do “buraco” para checar minhas mensagens. Estou respondendo ao que posso, e agradeço a todos por seus pensamentos, amor, orações e apoio. Manter os animais felizes e suas baias (ou celas) limpas tem sido minha maior e mais necessária distração.”

 

Caixas de transporte com os mais diversos animais são movidas para dentro do prédio da prisão

Caixas de transporte com os mais diversos animais são movidas para dentro do prédio do centro de detenção

 

Os animais cumprem um importante papel social na região. A fazendinha é aberta à visitação pública em domingos alternados por algumas horas. Assim, os visitantes podem conhecer os animais e suas histórias de perto, gerando conscientização. Também, a Flórida é um dos principais destinos para aposentados nos Estados Unidos, que escolhem o estado de temperaturas agradáveis e sol na maior parte do ano para passar sua velhice. Jeanne faz visitas regulares a casas de idosos, levando os animais para distraí-los. Os sorrisos e carinhos atestam a efetividade desse trabalho.

 

Crianças e idosos tem contato com os animais que foram evacuados para a prisão devido ao furacão Irma

Crianças e idosos tem a oportunidade de conhecer os animais do condado de Monroe de perto

 

Estamos aqui rezando por todos os residentes da Flórida, animais que podem estar em perigo, e acompanhando as notícias. Fiquem seguros!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *