06/05/2014

Como compreender seu cão cientificamente

Postado por: Mariana Castro | Categoria: itnews

Seu cachorro abana o rabo quando você ri? Uiva quando você fala? Rouba comida só quando você não está olhando? Faz cara de culpado? Fala com os olhos? Estes comportamentos são muito familiares para nós, que amamos nossos pets. Mas os olhares tão significativos, as atitudes calculadas, as reações perfeitas têm fundamento científico.

 

Há quase 20 anos, o Dr. Brian Hare vem estudando o comportamento dos cães, e os efeitos da convivência com humanos. A jornada começou quase que por acaso. Durante um estudo com chimpanzés, o psicólogo observou que seu próprio cachorro seria capaz de realizar algumas ações propostas melhor que os nossos primos primatas. Assim, iniciou o que seria sua grande missão de vida – entender melhor o melhor amigo do homem.

 

Dentre as primeiras conclusões, está que os cães aprendem a ler de maneira muito sofisticada o comportamento de seus pais humanos, e reagem de acordo. Assim, realmente expressam com precisão as emoções e reações que observamos. Por conta dessa “inteligência social”, sentimos que nossos cães sabem exatamente do que estamos precisando!

 

Fundador do Centro de Cognição Canina da Universidade de Duke, na Carolina do Norte, EUA – o primeiro do gênero no mundo –, o Dr. Hare lançou no ano passado o livro The Genius of Dogs: How Dogs Are Smarter Than You Think (sem lançamento previsto para o Brasil), escrito em parceria com sua esposa, Vanessa Woods.

 

Mas a grande criação do casal de pesquisadores é o Dognition – que em inglês combina as palavras cão e cognição. Baseado em diferentes tipos de jogos, o sistema mede a inteligência através de testes de empatia, comunicação, astúcia, memória e raciocínio. A avaliação dimensional destas habilidades encaixa o cão em 9 perfis diferentes – que recebem nomes divertidos, como Ace, Renaissance Dog e Einstein. O sistema permite que se crie relatórios sobre o desempenho do cachorro, e gera análises das melhores condutas de treinamento para cada indivíduo em particular. O mote é “enriqueça seu relacionamento com seu cachorro”.

 

Além de divertido, o Dognition tem um papel de extrema importância no desenvolvimento do estudo da cognição canina. Considerado uma “citizen science”, ou ciência conduzida por cidadãos comuns, o método é colaborativo, entre pesquisadores, cães e humanos de todo o mundo. Cada membro da comunidade – que é paga – recebe instruções, realiza os testes e registra seus resultados, aumentando a amostragem da pesquisa.

 

O propósito vai muito além do meramente acadêmico: estes estudos estão sendo utilizados para refinar padrões de treinamento de cães de trabalho, como os cães-guia, por exemplo. Também, pode nos dar recursos para criar um ambiente intelectualmente mais estimulante para nossos cães, compreendê-los melhor e, no final das contas, fazê-los mais felizes.

 

;

Tags:, , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *