28/04/2014

Cão perdido durante incêndio encontra sua família após sete anos

Postado por: Mariana Castro | Categoria: itnews

Graças a um microchip, Buddy, um Labrador preto de 10 anos de idade, retornou à sua família na semana passada, após uma separação de quase sete anos. O cão perdeu-se durante os grandes incêndios florestais de San Diego, Califórnia, em 2007, em que a casa da família Hartman foi completamente destruída. Acreditando que seu cão havia morrido no incêndio, John Hartman e sua esposa mudaram-se para Oklahoma.

 

Em uma recente viagem a San Diego, a fim de visitar a família, o casal recebeu uma ligação surpreendente do departamento de controle de animais da cidade: Buddy havia sido encontrado solto em Imperial Beach, e entregue ao abrigo Gaines Street no dia 28 de março. Ao dar entrada no abrigo, o cão foi escaneado, e o microchip implantado dois anos antes do incêndio foi encontrado. As informações nele contidas possibilitaram o contato com a família.

 

;

 

Daniel de Sousa, vice-diretor do departamento de controle animal de San Diego, disse em entrevista que o microchip foi o responsável por este desfecho. “Nós já conseguimos reunir pets a seus pais em várias partes dos EUA e até do mundo, mas sete anos é um dos mais longos períodos de que temos notícia.” Ninguém sabe o que aconteceu com Buddy durante este tempo, ou como ele sobreviveu.

 

Cada microchip tem um número de série único, porém os diferentes sistemas, frequências e cadastros muitas vezes tornam a identificação bastante complicada. Há leitores universais, capazes de interpretar diferentes tipos de chips, mas nem todos os abrigos nos EUA têm acesso a este equipamento. Aqui no Brasil, temos problemas semelhantes, no que tange cadastros não unificados e disponibilidade de equipamentos. Nós do It Pet somos a favor da microchipagem, pois isso confere uma segurança a mais no caso de perda ou fuga do seu pet. Mas use sempre uma plaquinha de identificação na coleira, o que aumentará ainda mais as chances de um final feliz, como o de Buddy.

Tags:, , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *