19/07/2017

A importância da doação de sangue pet

Postado por: Mariana Castro | Categoria: itcare

Mesmo com diversas campanhas sendo lançadas com frequência, os bancos de sangue para humanos estão, na maior parte do tempo, quase vazios. Agora, paramos para pensar em como devem estar os hemocentros para pets, dos quais quase nunca ouvimos falar.

 

Pouco se fala, mas pets também precisam de transfusões em casos emergenciais. Entre acidentes ou doenças, os casos mais comuns são atropelamentos, doenças transmitidas por carrapatos, intoxicações, pancreatite, insuficiência renal, entre outros.

 

Mas como doar sangue? A maioria das clínicas realiza coletas. Ao doar sangue, muitas clínicas “agradecem” dando ao doador um check-up completo. Ao recolher amostras para os exames que dirão se o sangue está apto para doação ou não, o doador ganha diversos exames, da forma que, ao ajudar, fica com a saúde em dia também.

 

Normalmente as clínicas, além de avaliar as condições físicas do animal com o exame clínico, examinam minunciosamente o sangue do doador. Entre os principais exames estão o hemograma completo, contagem de plaquetas, ureia e cretinina, doença de Lyme e Febre Maculosa.

 

Não existem riscos para o pet doador. Os sintomas comuns após a doção são semelhantes aos de um humano, como a fraqueza. O animal pode querer ficar quieto nas primeiras 24h horas e ficar mais “molinho”. Todo o processo de coleta do sangue é acompanhado e observado. Em casos de mal-estar, embora seja raro, o processo é interrompido imediatamente. Se a fraqueza persistir depois de um dia, certifique-se de que ele está se alimentando e descansando adequadamente.

 

E como saber se meu cão pode ser doador? Ele precisa ter entre 1 e 8 anos, com no mínimo 27kg, vacinação e vermifugação em dia, controle de pulgas e carrapatos, não apresentar doença ou transfusão recente e por fim, ter um temperamento dócil.

 

Para o gato, os pré-requisitos são temperamento dócil, peso mínimo de 4kg, ter entre 1 e 7 anos, controle de pulgas e carrapatos, possuir vacinação e vermifugação atualizadas e não apresentar nenhuma doença ou recente transfusão.

 

O ideal é sempre consultar o veterinário para checar as condições prévias do seu animal. Ajudando a um pet, o seu peludo ganha muito mais do que um check-up. Doação de sangue é um gesto de amor!

 

Assinatura It Pet Blog

 

Tags:, ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *